Das estrelas possíveis

10 Mar

https://espelhodealice.files.wordpress.com/2012/03/376310797.jpg?w=300

https://espelhodealice.files.wordpress.com/2012/03/376311212.jpg?w=300

 

 

Ontem eu tive um dia terrível. Começou com uma nota de falecimento de um colega de doutorado, o Vitor. Ainda não sei como. Entrei num luto sem entendimento do porque, numa aflição profunda, é a segunda pessoa ligada ao departamento de Antropologia da Unicamp que falece este ano. Aí, as dores aumentaram. Explico: quando eu nasci, com OI e outras doenças raras, (tenho distúrbio de coagulação e umas coisinhas mais) bem como más formações congênitas, exatamente pelo desconhecimento e total desinformação começaram a operar. Eu fiz um monte de cirurgias que  hoje se sabe que não deveriam ter sido feitas. Lógico que foram bem-intencionadas, mas as dores que eu tenho de sequela delas, junto com as dores das hérnias de disco e das compressões de coluna, são esmagadoras, estão muito duras de suportar. Resultado: ontem passei o dia inteiro dormindo: tem sido uma comum nos últimos dias, sedar, dormir.  Hoje de madrugada soube que o DUDU esteve internado. Fiquei pior. Parece que só tenho asas para vôos que dão em quedas. dores e estrelas de dor. Será que virão dias melhores?

Anúncios

3 Respostas to “Das estrelas possíveis”

  1. Marie 21 de Março de 2012 às 16:49 #

    Adriana,

    Mas que vôos que poderiam ser tão maiores que chegar ao doutorado, poder contribuir com a ciência? Mulher, seus vôos te levaram aonde a maioria não sonha em chegar, apesar das dores e dos problemas.

    Luto, dores e problemas, poucas coisas são tão terrenas quanto. Alçar vôos a despeito destes, eis a verdadeira vitória.

    Gostar

    • Adriana 23 de Março de 2012 às 11:13 #

      Pós-doutorado, ué… 😉

      Gostar

  2. Daniela Rosa 10 de Março de 2012 às 8:26 #

    Sim, Dr. Virão dias melhores! Acredito nisso com muita força, por necessidade para poder me levantar todos os dias, mas também por acreditar.
    Força!!!

    Um grande e carinhoso beijo.

    Gostar

Os comentários estão fechados.