O poema que Mia Couto escreveu para Manoel de Barros

25 Maio

Post original http://www.contioutra.com/o-poema-que-mia-couto-escreveu-para-manoel-de-barros/

Hoje eu precisei partilhar um post de um blog. achei lindo demais.

No Brasil, uma das maiores propagadoras dos textos do escritor moçambicano Mia Couto é Nara Rúbia Ribeiro.
Nara, além de advogada, professora e escritora goiana, é a administradora da maior página do Facebook que fala sobre o autor no Brasil.

E foi respondendo a um pedido de Nara, que Mia Couto- grande amigo e simpatizante do nosso país-  escreveu um poema especial para o nosso querido escritor brasileiro Manoel de Barros por motivo de seu aniversário.
Confiram essa troca de gentilezas entre dois dos mais sensíveis poetas vivos na atualidade.
Josie Conti

 

UM ABRAÇO PARA MANOEL

Dizem que entre nós
há oceanos e terras com peso de distância.
Talvez. Quem sabe de certezas não é o poeta.
O mundo que é nosso
é sempre tão pequeno e tão infindo
que só cabe em olhar de menino.

Contra essa distância
tu me deste uma sabedora desgeografia
e engravidando palavra africana
tornei-me tão vizinho
que ganhei intimidades
com a barriga do teu chão brasileiro.

E é sempre o mesmo chão,
a mesma poeira nos versos,
a mesma peneira separando os grãos,
a mesma infância nos devolvendo a palavra
a mesma palavra devolvendo a infância.

E assim,
sem lonjura,
na mesma água
riscaremos a palavra
que incendeia a nuvem.

MIA COUTO
19-12-2013

Anúncios

Comente-me!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s