Rompendo com o roteiro da grande mídia e com o golpe

17 Mar

Toda narrativa política, antes de ser política, é simbólica. Lula mora em São Bernardo, lugar em que atuou como operário. É nele que a novela midiática personaliza a esquerda, o poder do operariado, a luta de classes, um amplo espectro de tensões que não pretende analisar, mas esticar até romper: é preciso para os roteiristas, que a corda rompa, e que a elite volte a ocupar o lugar de honra, de privilégio, de detentora de poder e de protagonismo na narrativa

Por Adriana Dias