Tag Archives: escrita

Minimanual do Jornalismo Humanizado

16 Set

Direto do Thin Olga: estamos muito felizes em anunciar hoje o tão esperado lançamento da Parte 2 do nosso Minimanual do Jornalismo Humanizado. Dessa vez, reunimos dicas e exemplos práticos para jornalistas que vão escrever sobre pessoas com deficiência. Ainda em tempos de paralimpíadas, essas informações valem ouro!

Você sabia que mais de um bilhão de pessoas no mundo possuem algum tipo de deficiência? Os dados são de 2011 (http://bit.ly/2cgJY1W) e já refletem a importância de um entendimento mais profundo sobre essa significativa parte da população.

Nosso objetivo é fornecer ferramentas que ajudem de forma prática aos profissionais dos meios de comunicação a se livrarem de abordagens e termos preconceituosos que somente contribuem com as limitações enfrentadas por grupos minorizados na sociedade. Segundamente, queremos educar o público em geral a identificar e apontar os erros cometidos pela mídia.

Para cumprir essa missão, convidamos a antropóloga Adriana Dias para desenvolver o conteúdo desta segunda parte do minimanual. Adriana é coordenadora do Comitê “Deficiência e Acessibilidade” da Associação Brasileira de Antropologia e coordenadora de pesquisa tanto no Instituto Baresi (que cria políticas públicas para pessoas com doenças raras) quanto na ONG Essas Mulheres (voltada à luta pelos direitos sexuais e reprodutivos e ao combate da violência que afeta mulheres com deficiência).

É pra ler, aprender e compartilhar com todo mundo! 🙂

http://thinkolga.com/minimanual-do-jornalismo-humanizado/pt-2-pessoas-com-deficiencia/

Anúncios

Mario Quintana

14 Jun

” Quando duas pessoas fazem amor

Não estão apenas fazendo amor

Estão dando corda ao relógio do mundo “

O poeta da ALiCe!!!!!!!!

9 Mar


 

 

 

 

 

 

 

Para apalpar as intimidades do mundo é preciso saber:
a) Que o esplendor da manhã não se abre com
faca
b) 0 modo como as violetas preparam o dia
para morrer
c) Por que é que as borboletas de tarjas
vermelhas têm devoção por túmulos
d) Se o homem que toca de tarde sua existência
num fagote, tem salvação
e) Que um rio que flui entre 2 jacintos carrega
mais ternura que um rio que flui entre 2
lagartos
f) Como pegar na voz de um peixe
g) Qual o lado da noite que umedece primeiro.
Etc.
etc.
etc.
Desaprender 8 horas por dia ensina os princípios.

 

Manoel de Barros

Beijos coloridos em todos!

3 regras de ouro

8 Fev

# 1 Primeiro, diante da vontade de fazer scrap, pergunte-se: por quê? Qual o objetivo: quer guardar lembranças de seus filhos, fazer uma página para o futuro álbum da família, você quer descrever uma viagem, um lugar, um momento, um trecho da Bíblia, uma poesia, um livro?

# 2 Quais as fotografias que você escolherá usar? Que outros elementos te remetem ao tema? Tickets de entrada, vouchers de passagens,  documentos que precisam ser escaneados e reduzidos? Mãos à obra, que a vida passa…

# 3 Repita a pergunta 1 … Qual é o tema de seu projeto de scrapbook? Veja o sentido da foto, vertical ou horizontal, escolha os papéis, os apliques e crie. Escreva o texto do projeto. Revise, reescreva… É seu momento.

Beijos coloridos em todos!

Scrapbooking – Como começar?

8 Fev


Para ingressar no mundo do Scrap, tenha em mente que você precisará de tempo, dedicação e investimento. Quanto de cada, você determina. Mas, tem sempre o básico, que é bom saber:

  1. Que ferramentas são essenciais? Para este tema, há um post fantástico: direto ao ponto. Ela fala TUDO.
  2. Visite os sites das marcas. Familiarize-se com o universo de produtos, com as possibilidades das ferramentas. Aí você escolhe com mais sabedoria. E gasta menos. A lista aí do lado, |:::| Scrap – Marcas,  tem um monte de lojas. Se você conhece outras, manda. Nos sites, procure os blogs das marcas. Há fonte infinita de inspiração por lá. Veja também o time de designers, seus blogs individuais e vá percebendo com que estilo e jeito você mais se identifica.
  3. Entre numa comunidade. Não importa se sua praia é Scrap Digital, Hibrido ou Manual, o importante é trocar. Faz bem! Conhecerá pessoas lindas! As chatas, ignore.
  4. Veja vídeos. Eu gosto de ver
    http://www.ustream.tv/user/thestampgoddess/videos,  http://www.ustream.tv/channel/fabulously-artsy,   http://www.imaginisce.com/Videos.aspxhttp://www.youtube.com/user/CreateScrapbooks entre outros. Uma hora, faço um post com os vídeos que mais gosto.
  5. Visite sites de gente que faz scrap, que ensina scrap. Pessoalmente, eu só faço curso presencial com o Vlady.  Com você pode ser  diferente. Página, a gente aprende vendo as técnicas. E cria, né?
  6. Estabeleça um projeto. O primeiro. Pode ser uma página ou um mini-álbum. E compre apenas o material que vai usar nele. Sim, e vai sobrar…
  7. Fotografe seu projeto pronto. Não apenas para postar num blog, mas para você perceber sua própria forma de criar. Ao longo do tempo, perceberá sua marca pessoal.
  8. Dê uma olhada no mundo das fotografias. E nos programas que as manipulam.
  9. Divirta-se!!!!

Beijos coloridos em todos!

o poeta

23 Maio

“Aos olhos dos outros, um homem é poeta se escreveu um bom poema. A seus próprios, só é poeta no momento em que faz a última revisão de um novo poema. Um momento antes, era apenas um poeta em potencial, um momento depois, é um homem que parou de escrever poesia, talvez para sempre.”

Wystan Hugh Auden

Beijos coloridos em todos!